Cerimônia de batismo

CALENDÁRIO LITÚRGICO

2022 - 2023

Calendário litúrgico publicado com as bênçãos de Monsenhor Gregório,
Bispo de Arles e da Igreja Ortodoxa da Gália

Calendário Santoral e Temporal

Informações

☦️ Os santos mencionados no Calendário Litúrgico de nossa Igreja são os santos do santoral da Igreja Ortodoxa de Tradição Ocidental. Para constituir este santoral, era necessário, antes de tudo, estabelecer alguns princípios:

 

- O primeiro era estabelecer a veneração dos santos dos gauleses no dia de seu nascimento no céu, segundo a tradição ocidental (dies natalis).

- O segundo foi tomar a data ocidental para todos os santos universalmente venerados, cuja veneração está estabelecida há muito tempo e habita a tradição local. Por exemplo, os santos apóstolos são celebrados na antiga data ocidental, mas também Santo Antônio, o Grande...

- Os santos mais importantes do Oriente, não mencionados no santoral ocidental, são lembrados no mesmo dia do calendário de sua Igreja local.

- Mencionamos também alguns grandes santos da Igreja Católica Romana porque fazem parte da nossa herança ocidental e consideramos, como dito Metropolita de Moscovo, São Filaret, que "os muros das nossas divisões não se elevam ao céu".


☦️ Para as leituras, tomamos o máximo possível as leituras previstas nos antigos lecionários da tradição ocidental. Às vezes isso não era possível, porque algumas festas são mais recentes que os lecionários e outras vezes as primeiras páginas dos lecionários não chegaram até nós. Em alguns casos, portanto, incapazes de ser fiéis à letra, sempre fomos fiéis ao espírito da tradição ocidental.

Todas as semanas aos domingos, nas Laudes, é lido um Evangelho anunciando a Ressurreição do Senhor. Segundo a tradição da Igreja da Gália que nos é relatada nas regras monásticas galicanas e em particular a do nosso Pai, São Cesário, bispo de Arles (543), trata-se de ler cada semana um dos quatro evangelistas. Por isso, nos conformamos com a nossa tradição lendo:

 

  • 1º Evangelho: Mateus 28, 1 a 9

  • 2º Evangelho: Marcos 16, 1 a 8

  • 3º Evangelho: Lucas 24, 1 a 12

  • 4º Evangelho: João 20, 1 a 18


☦️ A cor das vestimentas litúrgicas: Nos casos em que a paróquia disponha de paramentos litúrgicos de cores diferentes, convém, salvo em casos excepcionais em que sejam indicadas no decorrer do calendário, seguir as seguintes regras:
 

1) Roxo: A partir do primeiro Domingo do Advento até a véspera de Natal.
Da Septuagésima à véspera da Páscoa. Nas Missas pelos Mortos. Nas Missas para os doentes.

2) Branco: Do ​​Natal ao Domingo das Bodas de Caná inclusive.
Da Páscoa até a véspera de Pentecostes. Nas festas de Nosso Senhor Jesus Cristo. Nas Missas da Mãe de Deus. Nas missas dos santos não mártires.

3) Vermelho: No dia de Pentecostes e durante sua oitava.
À Exaltação da Santa Cruz. No dia de Todos os Santos. Nas Missas do Espírito Santo. Nas Missas dos Santos Mártires.

4) Verde: Do primeiro domingo depois de Pentecostes até o último sábado depois de Pentecostes.
De segunda-feira após as Bodas de Caná ao sábado antes da Septuagésima.


☦️ As liturgias dominicais sempre têm precedência sobre as liturgias santorais, exceto quando é o santo padroeiro da paróquia ou comunidade.

Este trabalho, é claro, deve ser contínuo visando corrigir quaisquer erros, omissões ou duplicatas que possam ter surgido. A prática do santoral e a colaboração de todos os membros da Igreja Ortodoxa de Tradição Ocidental serão bem-vindas para melhorar este trabalho litúrgico.